Sunday, May 22, 2016

pausa para informação ou um "cineminha" cai bem

para quem vem acompanhando, estamos publicando o catálogo(completo)de peças do jipe jeg dacunha(primeira versão). não chegamos nem a metade e, sim, vamos publicar todo o resto. mas aqui e ali vamos pausar com outros materiais que é para dar mais leveza a informação, densa, do catálogo. esta semana vamos dedicar espaço ao jeg verde do thomas figge.

um vídeo ainda verde mas de um jeg que vale a pena




algumas informações apresentam lapsos, como por exemplo o encurtamento do chassi em 30 cm(a ficha técnica de fábrica afirma que eram 40), e também quanto o início da produção do jeg(em 1976 a revista quatro rodas já trazia peça publicitária anunciando sua presença no salão do automóvel) e do número de jegs produzidos, assuntos já abordados no voudejeg. mas nada que não possa ser averiguado com mais rigor pelos leitores e que desvalorize o vídeo que utiliza como head line " Um Militar a Paisana", título do Paulo Sérgio Coimbra da Silva, para artigo deveras interessante e que pode ser lido no www.ecsbdefesa.com.br/fts/JEG.pdf

Wednesday, May 18, 2016

jeg danado: tinha até" tamburão" * (republicando com a ilustração)

* o aurélio  (dicionário) não registra o verbete tamburão - não confundir com camburão - o famoso coração de mãe - carro da polícia (e também, nalgumas vezes do IML, que transportava presos de roldão, presuntos e afins. se a terminologia - também citada no catálogo de peças do jeg - era particular, particularizou-se sem maior expansão, visto que o usual é galão de combustível  e ou " tanque reserva".  de qualquer maneira,  vale o registro que, para além da capacidade do tanque de 55 litros, ainda havia, opcionalmente, a possibilidade de mais 40 litros de reserva, o que possibilitava ao jeg uma autonomia média de 900 km, coisa que muito jipão metido à besta não pode zurrar.

Wednesday, May 04, 2016

a tal lâmina de dois legumes



lâmina promocional do jeg dacunha, destacando suas qualidades embarcadas e uma vasta lista de opcionais, para além das possibilidades de uso militar do utilitário. a mesma lâmina também foi produzida na língua inglesa para o mercado exterior.