Sunday, September 25, 2016

muito farol, e marra, mas pouca parra


perambula a procura de novo dono este jeg no lodaçal da web. se você não faz questão da originalidade - ser original hoje em dia, no caráter inclusive, dá muito trabalho e todo mundo ou se esconde ou faz concessões, como no caso - temos aparentemente um exemplar a considerar. agora, se prima pelo que é por que é, siga adelante e não se detenha na varanda.

nem tudo é desastre neste jeg, é bem verdade. além das aletas originais, que destacamos no post abaixo mantém originais os " u " de sustentação do para-brisas quando baixado, para além de manter simétricos(se faz isto funcionando, são outros quinhentos) os limpadores e o quase perfeito alinhamento da tampa da "mala", vendo-se a borracha intacta. mas o resto é coice só.

seria um caramujo com as antenas no fi-ó-fó?


dos "oião de sapo-boi" falamos mais abaixo. mas estes canos de escape "antenas de caramujo" devem ser uma gracinha nos estacionamentos.  exemplar para gáudio - de poucos? - este jeg conserva as aletas laterais do motor originais, coisa bem rara. mas no conjunto a ecologia sai perdendo.

espelho meu, espelho meu


na maioria das vezes a emenda é pior do que o soneto. é o caso desta colocação dos espelhos abaixo das especificações. banco novos fora zero, o estribo também fora do eixo - e não estou falando da cobertura que, dizem alguns, é para não "partir" os tornozelos. e se você acha mesmo que estas rodas combinam com o jeg, então a cavalgadura sou eu.

visto de lado, o crime(dos bancos;) é bem maior


bye-bye, so long, very well


resolver, resolve? não pergunte por quanto tempo, mas estas dobradiças, ainda mais desniveladas representam a fuga ao rigor que merece a conservação, restauração de um veículo de fabricação limitada. o logotipo jeg substituindo o original(que está em outras partes do carro, é só copiar numa casa de placas) faz referência a mecânica volkswagen? "então tá bom". todos sabemos que brasileiros - elas inclusive - gostam de um traseiro. mas este está de lascar com estas lanternas que lembram hemorroidas. e se subir os olhos, aqueles bancos são um convite para não subir e dizer adeus.

Wednesday, September 21, 2016

"non ci posso credere" ou mamma mia que seja








Da Cunha Jeg 2 TL
Cod. VEA03
Quantità     
DISPONIBILITÀ: 1
€  7500,00
iva inclusa



Descrizione

Rara jeep Da Cunha Jeg 2 TL con motore Wolkswagen 4 cilindri in buone condizioni, a 4 marce e 5 posti a sedere. Il veicolo è radiato per demolizione.
Primo anno d'immatricolazione 1990
Dimensioni:
  •  altezza 1700 mm
  •  lungh.   3440 mm
  •  largh.    1650 mm
  •  km percorsi 15156




nem vale a pena comentar muito.
 o carro está num site* - http://www.cosevecchie.melfer.com/ -
que vende detonados,
 portanto... mas logo percebe-se que houve mudanças
nos instrumentos do painel e na ignição


tá de sacanagem comigo, velocímetro marcando 200 num jeg ?




justo na terra do design, detonado assim. não se salvam nem os faróis modificados


bom, pelo menos o logotipo resistiu as intempéries. este tipo de quebra mato é bem popular com os jipes pequenos na europa



na plaqueta falta o ano de fabricação, vai lá se saber por que ? a inscrição 2 dgm, também não consta nas plaquetas que já publicamos por aqui




o interior do "porta malas/stepe até que não está mal, com uma proteção, a direita de quem vê, para a instalação elétrica - isto é bem interessante, não me lembro de ver em modelos nacionais. dá jeito na chuva, que no jeg sempre teima em entrar; e a borracha de vedação/fechamento está ainda, aparentemente dando para o gasto



detalhe do pisca lateral adicionado. dá jeito também


salvam-se as rodas/jantes, não originais. mas não com estes pneus





o jeg é vendido sem o fantasma que o fotografou;)


jeg dos últimos a serem fabricados, como demonstram as lanternas de kombi e a traseira reta. a adaptação do step traseiro, já vi melhores.







o porta-galão, finda por ser um trambolho para a estética, ainda mais se usar o dito cujo de 20 litros - o modelo de 10, é mais palatável. no mais, poucos estragos do ferrugem, o que já facilita as coisas. terá o nosso amigo um bom destino ?



quiçá o motor se salva, como acentua o teor do anúncio; de novo no lugar,e bem na fita as borrachas de vedação da tampa( o filtro de gasolina merece ser trocado;)


* dica do michael, from germany, que acentua " But it is not complete and very expensive....... 

Sunday, September 11, 2016

não assoalhe no assoalho(republicando)*

* às vezes para facilitar a compreensão, invertemos a ordem da sucessão das páginas para facilitar a visualização. mas às vezes também complicamos, que foi o que aconteceu com a postagem referente ao assoalho/túnel que ficou partida. publicamos então agora em toda sequência. 



esquerdo, direito, tunel, sempre em frente


por debaixo do assoalho, há túnel


e haja assoalhadas*


assoalhada(s) é também, principalmente em portugal, a designação de compartimento de uma casa com a exceção da cozinha, casa de banho, hall de entrada ou despensa; do mesmo significado de quarto: uma casa com três assoalhadas ou T-3.

Sunday, September 04, 2016

Sunday, August 28, 2016

quase original;)



confirma-se na construção do modelo a praticidade do uso das chapas retas que possibilitou ao jeg ficar de pé com o uso apenas de ferramenta de corte e dobragem. creio até que é mais fácil fazer o real do que a sua miniatura. pena que os funileiros de agora não saibam sequer fazer um solda ou dobradura que se salve.