Friday, December 08, 2006

graças ao finato o seu jeg não precisa ser finado ou desafinado

marcos finato da QT/engenharia concede-me, e por extensão a todos os jegueiros, a sua atenção e gentileza, prontificando-se a responder dúvidas sobre o jipe jeg dacunha.
a QT /engenharia, para quem ainda não sabe, é o nome da empresa que passou a abrigar as idéias do projetista do jeg, sobejamente conhecido por cel. catharino.

marcos nos contactou já há algum tempo, tempo este em que contactamos o mail list dos frequentadores identificados do voudejeg, para uma elaboração mais democrática de uma lista de perguntas, que completa agora o seu processo final, aberta a quem aqui chegar.

dentro de 15 dias enviaremos ao marcos finato as dúvidas e curiosidades que por certo, dentro do possível ele nos responderá.

eu comecei a minha lista perguntando pelo nome completo do catharino, sem abrir mão claro das perguntas técnicas.

se alguma coisa lhe encasqueta, a hora é esta. quem não pergunta, fica atolado.

9 comments:

ereidler said...

Que tal mais info à respeito da conversão para o sistema 4x4?

Acho que a maior dificuldade de adaptação hoje em dia é essa.. A QT eng. fabricava umas peças.. Mas e as que eles não fabricavam? Será que dava pra eles passarem uma lista? Poderíamos utilizar essas peças e confeccionar as que faltam para formar o conjunto completo.

É uma idéia...

celso muniz said...

ereidler: comenta-se que cerca de dez unidades do jipe jeg sairam de fábrica na versão 4x4, mosca branca como dizem. após uma comunicação muito gentil, o marcos finato, que alguns informam ser filho do cel.catharino, não nos respondeu mais. a qt, comenta-se, teria know-how para desenvolver o sistema. mas se nem ao menos consegue-se conversar, não vejo como conseguir esta lista.

ereidler said...

È verdade. Ele é filho do Coronel Catharino que desenvolveu o sistema 4x4 para vários veículos que muitos nem sabem, incluindo a Kombi e o Jeg sim.

Não sei quais são as razões que eles têm para se afastarem do assunto. Principalmente o Marcos que parecia estar interessado em ajudar. Eu não esperava que ele fosse dissolver o contato assim. Me conta direito. Foi ele que entrou em contato pela primeira vez? Ou foi encontrado por aí pela internet?

Eu ainda tenho uma questão pra resolver com eles. Vou tentar localizá-los.. Poderia perguntar à respeito disso também mas não sei se o interesse nisso tudo partiu dele.. O pai dele pode ter falado para ele deixar isso de lado.

ereidler said...

Fazendo buscas no google, descobri que o Marcos se tornou um engenheiro mecânico. ISso poderia explicar seu interesse nesse assunto do Jeg.

http://www.barueri.sp.gov.br/sistemas/informativos/informativo.asp?id=7441

Aí está o link. Interessante mesmo isso e o fato dele simplesmente ter cortado o contato..

Erik said...

O Marcos, hoje em dia participa de múltiplas competições de velocidade off-road. Inclusive o Rally dos sertões. Parece que ele é bem dedicado e que é um bom piloto em sua categoria.

De qualquer forma, mandei um e-mail para ele para resolver assuntos de interesse mútuo.

Não sei se o e-mail que tenho é uma boa alternativa para contactá-los, mas estou tentando..

Depois conto como foi se ele me responder.
[]'s

celso muniz said...

o marcos respondeu uma post chamado cccc(comando de caça ao coronel catharino). prontificou-se gentilmente a responder as dúvidas pelo telefone. acontece que quis dividir com os demais jegueiros, talvez um erro, ninguem se mexeu, para que pudesse aumentar o leque de perguntas. demorei um tempo esperando pelos jegueiros e quando fiz as perguntas via e-mail, não recebi nenhuma.
pode ter acontecido de o e-mail ter entrado na caixa de correspondência não desejada; pode ser que o pai dele não tenha gostado da piada com o ccc(comando de caça aos comunistas)(aparato que não era brinquedo no tempo da ditadura) e não sei que mais hipóteses. mas foi pena.espero que você tenha mais sorte

ereidler said...

Pergunto se o Jeg 4x4 diesel ainda tá na fabrica? Na verdade eu era bem pequeno e não sei se era o diesel ou o com motor AP de santana. :-P

O que lembro é que era um pouco mais comprido que o que compramos e tinha radiador na frente como o da reportagem. Tb tenho certeza que era 4x4 pois tinha o diferencial e as alavancas.

Eu mesmo, se pudesse comprar e ele vendesse, eu não pensaria duas vezes... Mesmo assim eu prefiro um motor boxer no meu mesmo que seja 4x4.

CARCERONI said...

Nossa, não fazia idéia que existia tanta coisa assim relacionada ao JEG.

Sou Eduardo Carceroni, filho do Cmte. Carceroni (falecido em 1994), que foi sócio do Catharino na QT/Engenharia.
Eu já tive alguns JEGs, inclusive um 4X4 com motor AP 1.6. Hoje está com um amigo meu.
Abraços!!!

celso muniz said...

seja bem-vindo carceroni. se puder colaborar seria ótimo. seu amigo bem que poderia mandar umas fotos deste jeg 4x4 com motor ap 1.6. sinta-se à vontade.